SESI-SP EXIBE PROJETO INÉDITO EM HOMENAGEM AOS 20 ANOS DA CIA. LAMÍNIMA

 

Fernando Sampaio e Domingos Montagner em A Noite dos Palhaços Mudos | Créditos: Carlos Gueller

Baseado na ópera do italiano Ruggero Leoncavallo, a peça inédita Pagliacci inaugura, no dia 30 de março, a mostra especial em homenagem a trajetória dos palhaços Agenor e Padoca, criados pelos atores Fernando Sampaio e Domingos Montagner, do grupo LaMínima. Entre os meses de março e julho de 2017, ano que a companhia completa 20 anos, o SESI-SP oferecerá uma programação especial para celebrar as duas décadas de amor e dedicação à palhaçaria.

Como não poderia deixar de ser, Pagliacci foi pensado especialmente para o projeto, buscando uma certa metalinguagem ao trazer a graça e a melancolia do palhaço sob o olhar e a experiência de Montagner e Sampaio. O público poderá esperar muita emoção e gargalhadas com a mistura de melancolia, lirismo e comicidade, que só o LaMínima saberia promover.

Em uma sinopse escrita pelo próprio Domingos para apresentar o projeto em 2016, ele usa a palavra “generosidade” para conceituar o trabalho do palhaço: “(…) uma arte exigente, que pede vocabulário e apuro técnico dos seus intérpretes, anos de prática, um profundo conhecimento da alma humana e acima de tudo, generosidade”.

Além da peça inédita, a programação gratuita do Centro Cultural Fiesp e de outras cinco unidades do SESI em São Paulo (Santana do Parnaíba, Cotia, Diadema, São Caetano do Sul e Osasco), conta com apresentações de espetáculos marcantes do repertório do grupo – À La Carte, Luna Parke, Reprise, A Noite dos Palhaços Mudos, Rádio Variété e Classificados –, e uma exposição inédita com figurinos, objetos e 90 fotos que refletem a história da companhia.

“O LaMínima 20 Anos é uma consequência dessas duas décadas de trabalho. É mais que uma homenagem, é a constatação da evolução da linguagem da companhia, da sua relação com a arte e de sua fidelidade aos princípios que a norteiam desde sempre”, comenta a produtora da companhia Luciana Lima. Além de produtora, Luciana é atriz e foi esposa de Montagner.

Luciana ainda lembra que o trabalho foi todo desenhado em 2016 pela dupla de atores especialmente para a comemoração da data, inclusive a escolha da equipe de criação e elenco. “Tivemos duas reuniões com todos sobre como seria essa nova montagem, quais caminhos cênicos seriam possíveis (…), inclusive desenhos foram feitos por Domingos – ele costumava traduzir em ilustrações todas suas ideias, de cenas a figurinos e cenários”, comenta.

Na mesma sinopse escrita por Montagner, ele dizia “queremos comemorar, apresentando espetáculos que percorreram muita estrada, realizando uma exposição com fotos, figurinos, objetos que andaram conosco e estrear Pagliacci, um novo companheiro para nos ajudar a construir mais um trecho deste caminho, que ainda não sabemos onde é o fim”.

PAGLIACCI


Baseado na ópera do italiano Ruggero Leoncavallo, o espetáculo estreia dia 30 de março no Teatro do SESI-SP, no Centro Cultural Fiesp, com entrada gratuita. As sessões serão realizadas sempre de quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h.

A obra apresentada pela primeira vez no Teatro dal Verme de Milão, em 21 de maio de 1892, sob o título I Pagliacci, se tornou mundialmente conhecida ao narrar a história da trupe de palhaços decide abandonar suas origens e encenar um drama refinado.

Para a versão concebida por Montagner e Sampaio especialmente para o projeto, buscou-se a mistura de números cômicos e elementos líricos e melodramáticos. Para Luís Alberto de Abreu, autor e adaptador texto, a questão era beber na fonte do “[mote original] sério, pesado, melodramático e prisioneiro da moral do século XIX” e buscar os elementos da dramaturgia “na própria linguagem teatral e circense: a narrativa, a farsa, o melodrama, o metateatro, a eliminação da linearidade, tão característica da linguagem circense e do teatro de variedades”.

O diretor Chico Pelúcio considera que essa montagem, aliada à “sólida linguagem teatral construída pelo LaMínima, será um encontro dos primórdios da encenação do I Pagliacci, no tempo em que a ópera era apresentada para grandes públicos, populares em sua maioria, que encontravam ali uma comunicação forte, direta e reveladora. As óperas não eram para elites mas para a grande população”. Para ele, “entrelaçar o circo, a música, a palhaçaria e a adaptação do dramaturgo Luís Alberto de Abreu, em uma obra, permitirá pesquisar um Brasil que transforma antropofagicamente suas influências”.

Após estreia no SESI-SP, Pagliacci também fará circulação pelos bairros da cidade, nos CEUS, por intermédio do edital Prêmio Zé Renato de Teatro, da Prefeitura Municipal de São Paulo.

O LEGADO DE DOMINGOS MONTAGNER
O trabalho dedicado e de valor inestimável dos adorados palhaços Agenor e Padoca do LaMínima encantaram milhares de pessoas nas incontáveis apresentações ao longo dos anos. No SESI-SP, a parceria de longa data começou em 2003 com a estreia da Piratas do Tietê – O Filme, seguido por O Médico e os Monstros (2008), e o sucesso de crítica e público Mistero Buffo (2012 e 2015).

Porém, 2016 trouxe notícias tristes para o LaMínima, com a morte acidental de Montagner no Rio São Francisco, em setembro. A dupla de palhaços nascida do encontro dos atores no final dos anos 1980, no Circo Escola Picadeiro, não existiria mais. Aos 54 anos, o ator, que dividia as criações do LaMínima com Fernando Sampaio, deixava um legado de 14 projetos, 20 anos de história e um exemplo de generosidade como artista e ser humano.

Mesmo assim, Luciana nunca racionalizou se o projeto deveria ou não continuar. “Nunca pensei em desistir da comemoração dos 20 anos do grupo. Não foi uma escolha racional [prosseguir], porque é uma forma de termos, continuamente, a ‘presença’ do Domingos, ponderando a todo momento como ele agiria nas situações – das grandes decisões até aos mínimos detalhes”, explica.

Serviço:
Pagliacci
Temporada: de 30 de março a 2 de julho de 2017
Datas e horários: quinta à sábado, às 20h e domingo, às 19h.
Apresentações extras: 12 de abril, às 20h | 7, 14 e 21 de junho, às 20h
Classificação Indicativa: 14 anos
Local: Teatro do SESI-SP, Centro Cultural Fiesp (Avenida Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Grátis. As reservas antecipadas de ingressos podem ser realizadas on-line pelo sistema Meu Sesi (www.sesisp.org.br/meu-sesi). Os ingressos remanescentes serão distribuídos nos dias do espetáculo, conforme horário de funcionamento da bilheteria (quarta a sábado, das 13h às 20h30, e aos domingos, das 11h às 19h30).
Mais informações em www.centroculturalfiesp.com.br.

Mostra Repertório LaMínima
Todas as apresentações têm entrada gratuita.

À LA CARTE
Classificação Indicativa: 10 anos
Sem a utilização de um texto como base narrativa, mas através de um roteiro baseado em magias, técnicas circenses e números musicais, o LaMínima utiliza a arte do palhaço em prosaicos números de forte gestualidade. Queremos que o público não deixe de desfrutar do prazer de rir de si próprio.

  • 12 de abril, quarta, às 15h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313);
  • 19 de abril, quarta, às 20h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313);
  • 26 de abril, quarta, às 20h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313).

A NOITE DOS PALHAÇOS MUDOS
Classificação Indicativa: 10 anos
Dois palhaços mudos são perseguidos por uma seita que os considera uma ameaça e pretende extingui-los. Caçados numa noite, os palhaços conseguem escapar, mas um deles é mutilado, perdendo o nariz. Solidário, seu parceiro parte com ele para um ousado “resgate nasal”. Perseguições em meio às sombras misturam-se a truques de magia, números musicais e outros absurdos cômicos que evocam os conflitos entre as intolerâncias contemporâneas e a lógica do palhaço… se é que ela existe.

  • 10 de maio, quarta, às 20h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313);
  • 17 de maio, quarta, às 20h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313);
  • 24 de maio, quarta, às 20h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313).

LUNA PARKE
Classificação Indicativa: Livre
Um parque ambulante apresenta aos visitantes um acervo com as mais fantásticas atrações: Monga, a mulher-gorila; Jhonny, o homem-bala; e muitas outras surpresas, todas patrocinadas pelo poderoso “Elixir Luna Parke, a vida num instante!”. A companhia encerra o espetáculo encenando uma farsa, talvez a mais bizarra das atrações.

  • 04 de junho, domingo, às 14h – palco externo do Centro Cultural Fiesp (Avenida Paulista, 1313);
  • 17 de junho, sábado, às 14h – Sesi Osasco (Av. Getúlio Vargas, 401 – Piratininga, Osasco);
  • 18 de junho, domingo, às 14h – no Sesi Osasco (Av. Getúlio Vargas, 401 – Piratininga, Osasco).

CLASSIFICADOS
Classificação Indicativa: Livre
Depois que o Circo é impedido de ter animais entre suas atrações, um Leão e um Urso são postos na rua e fazem o impossível para sobreviver no mundo dos Homens. Agora, em meio a Ratos de Laboratório, Macacos Humanizados e Gente Maluca, os amigos terão que recorrer a todo o seu talento para viver a maior aventura de suas vidas: conquistar um emprego que lhes garanta um prato de comida e um lugar para dormir. “Classificados” é uma comédia infantil que homenageia todos os artistas – humanos ou não – que fazem de tudo para colocar mais alegria no mundo.

  • 07 de junho, quarta, às 15h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313);
  • 14 de junho, quarta, às 15h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313);
  • 21 de junho, quarta, às 15h – Teatro do SESI-SP (Avenida Paulista, 1313).

RÁDIO VARIÉTÉ
Classificação Indicativa: 10 anos
Três artistas do teatro de variedades num local público, começam a instalar uma parafernália “um tanto” tecnológica, porém aparentemente obsoleta. Aos poucos, este conjunto toma forma de um estúdio de “rádio-circo-teatro”, onde desfilarão atrações jornalísticas-dramático-musicais.

  • 02 de abril, domingo, às 14h – palco externo do Centro Cultural Fiesp (Avenida Paulista, 1313);
  • 27 de abril, quinta, às 13h – Sesi Santana do Parnaíba (Av. Conselheiro Ramalho, 264 – Cidade São Pedro -Gleba A, Santana de Parnaíba);
  • 28 de abril, sexta, às 13h – Sesi Cotia (Rua Mesopotâmia, 300 – Jardim Passargada I, Cotia).

REPRISE
Classificação Indicativa: Livre
Ao chegarem no local de apresentação, dois palhaços descobrem que foram contratados para o mesmo local, no mesmo horário, pela mesma pessoa. Depois de infrutíferas tentativas de provarem um ao outro sua prioridade no picadeiro, decidem realizar este trabalho juntos.

  • 07 de maio, domingo, às 14h – palco externo do Centro Cultural Fiesp (Avenida Paulista, 1313);
  • 18 de maio, quinta, às 11h – Sesi Diadema (Av. Paranapanema, 1500 – Taboão, Diadema);
  • 19 de maio, sexta, às 13h – Sesi São Caetano do Sul (Rua Santo André, 810 – Bela Vista, São Caetano do Sul).

Exposição Lamínima 20 Anos
Período: de 11 de abril 9 de julho de 2017
Datas e horários: diariamente, das 10h às 20h (entrada permitida até 19h40)
Classificação indicativa: Livre
Local: Espaço de Exposições do Centro Cultural Fiesp (Avenida Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon Masp do Metrô).
Grátis. Mais informações em www.centroculturalfiesp.com.br.

, ,

Deixe uma resposta

Translate »