concertos

Orquestra Sinfônica Arte Viva, sob regência de Amilson Godoy convida Diogo Nogueira em concerto gratuito no Auditório Araújo Vianna

Sob a regência do maestro Amilson Godoy, apresentação acontece no dia 29 de outubro, domingo, no Auditório Araújo Vianna, às 19h

A capital gaúcha vai ser palco de um grande encontro da música brasileira. A Orquestra Sinfônica Arte Viva, de São Paulo, regida pelo Maestro Amilson Godoy, convida Diogo Nogueira para uma apresentação no dia 29 de outubro, domingo, às 19h, no Auditório Araújo Vianna. O evento é promovido pela REDE com o apoio do Ministério da Cultura e a entrada é gratuita.

Criada há vinte anos pelo Maestro Amilson Godoy, a proposta da Orquestra Arte Viva é levar música erudita para o público de um jeito bem diferente. “O que eu busquei foi trazer para a música popular essa riqueza sinfônica que acontece normalmente dentro da chamada música erudita”, explica. “Aquele rigor, aquela austeridade musical acontece no tratamento à música, mas não na convivência”, complementa, falando da descontração típica deste tipo de espetáculo.

Para fazer essa combinação do clássico com a MPB, a Orquestra Sinfônica Arte Viva já fez parcerias com grandes nomes como Gilberto Gil, Daniela Mercury, Milton Nascimento, Maria Rita, Arnaldo Antunes, Mariana Aydar, entre muitos outros. Dessa vez o convidado Diogo Nogueira completa o repertório da Orquestra com seus sucessos. “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, “Asa Branca e Assum Preto”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, um medley com canções da Legião Urbana, “Chega de Saudade”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, são alguns dos títulos que fazem parte do repertório do concerto.

A REDE, uma das empresas líderes no mercado de meios de pagamento eletrônicos, é parceira na realização deste projeto, por entender que a cultura é uma ferramenta essencial para a construção da nossa identidade e promoção da cidadania.

Sobre a Orquestra Sinfônica Arte Viva

A Orquestra Sinfônica Arte Viva, criada em 1996 pelo Maestro Amilson Godoy, tem como objetivo dar um tratamento mais elaborado à música popular, com o intuito de formar um público mais exigente. “Quando falamos de uma Orquestra Sinfônica temos o hábito de relacionar esta manifestação musical à música clássica. “O requinte musical, com raras exceções, privilégio da música erudita, deve estar presente também na música popular”, define o maestro, resumindo o conceito pilar da criação de sua orquestra. A Orquestra Sinfônica Arte Viva transita entre estes dois gêneros musicais e já se apresentou com os mais representativos músicos do Brasil e do exterior, entre os quais: Arthur Moreira Lima, Yamandu Costa, Milton Nascimento, Ivan Lins, Zimbo Trio, Elba Ramalho, Dominguinhos, Maria Rita, Lulu Santos, Rita Lee, Skank, Jota Quest, Gilberto Gil, Gal Costa, Daniela Mercury, Zélia Duncan, Stanley Jordan, George Benson e John Pizzarelli.

Sobre o Maestro Amilson Godoy

Pianista, compositor, maestro, arranjador e professor, Amilson Godoy atuou como solista, integrante de prestigiados grupos, e atuou à frente de diversas orquestras sinfônicas do país. Venceu vários concursos antes de receber o prêmio de melhor arranjador no 26º Festival Internacional da Canção de Viña Del Mar – feito até então inédito para um brasileiro. A partir de 1964, ganhou projeção com o grupo Bossa Jazz Trio, com o qual excursionou por diversos países das Américas e da Europa. Com Elis Regina participou de várias turnês, além de seu lançamento na Europa no Festival Midem de Cannes e de sua primeira temporada no consagrado Teatro Olimpya de Paris. Posteriormente, à frente do Quinteto Amilson Godoy, buscou levar a música popular a diversas cidades brasileiras. Em 1981, cria o Grupo Medusa, um dos ícones da nossa música instrumental. Com ele, excursionou e se apresentou em Paris, no principal festival de jazz dos franceses e no Town Hall, em Nova York.

Amilson também tem grande atuação no campo da educação musical. Como coordenador da Escola de Música da Fundação das Artes de São Caetano do Sul (1970-80) criou o modelo de ensino que é seguido até hoje pelas escolas especializadas. Defendeu os interesses dos músicos à frente de entidades como a UBM e a ASSIM, conquistando os Direitos Conexos e o Direito do Arranjador. Foi, também, responsável pela direção musical de inúmeras peças, shows e programas de TV.

Sobre Diogo Nogueira

Diogo Nogueira nasceu em berço de ouro musical. E herdou de seu pai, João Nogueira, o gene da voz de timbre bonito e o jeito malandreado, inventivo de cantar e de compor, principalmente samba. Herdou, mais do que isso, uma história no meio do samba e da música popular. Poderia, se assim quisesse, jamais levantar de berço tão esplêndido. Com quase 10 anos de carreira, o carioca Diogo Nogueira é, sem dúvida, um dos principais nomes da nova geração do samba brasileiro. Artista multifacetado, Diogo é cantor, compositor, instrumentista e apresentador. Com cerca de um milhão de cópias vendidas de seus CD e DVD, Diogo foi indicado ao Grammy Latino por todos os seus álbuns, prêmio que venceu por duas vezes.

Sobre a REDE

Empresa do conglomerado Itaú Unibanco, a Rede (www.userede.com.br) é responsável pela captura e processamento de transações de crédito e débito das maiores bandeiras nacionais e internacionais. Oferece para seus clientes uma gama de produtos e serviços para aumentar o desempenho de seus negócios, como solução de meios de pagamento online, antecipação de recebíveis, disponibilização de terminais, relatórios de gestão, entre outros. Para isso, trabalha em rede, conectada ao futuro e a tudo que interessa para mover o consumo. Esta é a força da Rede, que desenvolve o comércio, a economia e o Brasil.

SERVIÇO

SÉRIE REDE SINFÔNICA

Orquestra Sinfônica Arte Viva convida Diogo Nogueira

Regência Maestro Amilson Godoy

Dia 29 de outubro de 2017 (domingo), 19h

Auditório Araújo Vianna – Parque da Redenção

Acesso gratuito

Patrocínio: REDE

Vídeos da Orquestra Sinfônica Arte Viva:

Chega de Saudade: https://www.youtube.com/watch?v=Paqj7pu6DYY

Medley Legião Urbana: https://www.youtube.com/watch?v=UBOue7XF1EA

Assum Preto e Asa Branca: https://www.youtube.com/watch?v=Ytuumc0bJqU

Related Posts

  • 100
    ESTREIAS Cinema: Paixão de memória - Patrício Guzmán 5 a 18 de outubro de 2017 - CAIXA BELAS ARTES   A mostra traz 11 filmes dirigidos pelo cineasta chileno Patrício Guzmán e mais um documentário sobre o diretor, cujas obras abordam   o período da ditadura militar chilena (1973-1990).   Serão exibidos…
    Tags: de, a, da
  • 100
    Na próxima sexta-feira, 06 de outubro, às 12h30, a Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo-OSUSP realiza mais um de seus tradicionais Ensaios Abertos no auditório do Centro de Difusão Internacional da USP-CDI e apresenta-se no sábado, 07 de outubro, às 21h, na Sala São Paulo. A OSUSP tem a honra de receber novamente a maestrina Ligia Amadio,…
    Tags: de, a, da
  • 100
    Criada para estimular a produção de artistas plásticos com idade entre 15 e 30 anos, mostra reúne exposições, oficinas e bate-papos   Do próximo dia 17 até 31 de julho, o Sesc receberá inscrições de artistas plásticos de todo o país para a 28ª Mostra de Arte da Juventude. Criado…
    Tags: de, a, da
  • 100
    Apresentação integra o projeto “Luz, Magia e Ação”, viabilizado pela Lei Rouanet, com patrocínio da Panco   O Teatro CIEE, de São Paulo, recebe o musical Brincando com a Broadway - Aos Cantos e Encantos dos Musicais no dia 14 de julho, às 20h30. O espetáculo relembra os maiores sucessos…
    Tags: de, a, da
  • 100
    Exposição gratuita de coletivo de arquitetos, cenógrafos e artistas plásticos começa dia 14 com performance sonora   Um caos urbano, São Paulo rodeada por uma barragem de concreto, após uma enorme inundação, é o cenário da instalação artística Barragem///SP, criada sob a supervisão de um coletivo formado por cinco profissionais…
    Tags: de, a, da

Deixe uma resposta