teatro

O Núcleo Cênico ProjetoBazar leva espetáculos adulto e infantil para a programação de setembro do 2º Bazar de Espetáculos do Tatuapé

O 2º BaZar de Espetáculos, mostra idealizada e realizada pelo Núcleo Cênico ProjetoBaZar da Cooperativa Paulista de Teatro apresenta em setembro, três espetáculos do repertório do grupo: A Menina que Foi Arquivada, Sexo Verbal e o infantil Chapeuzinhos Coloridos.

A primeira edição do BaZar de Espetáculos foi realizada em 2013 também com o apoio das bibliotecas Cassiano Ricardo e Hans Christian Andersen. O tema era O TEATRO DE RUA e contou com 10 espetáculos e um debate. A segunda edição que termina no próximo mês (outubro) contou com 14 espetáculos com diferentes linguagens ao longo de 11 meses, proporcionando uma programação cultural de qualidade, constante e gratuita na região.

Além dos espetáculos, cada grupo realiza uma troca de experiências (Teatro e Intervenção Urbana) sobre os processos de construção dos seus espetáculos, e de que forma os mesmos interferem/transformam o espaço, seu entorno, seu público. Tanto os espetáculos como as trocas são gratuitos.

Projeto O Início, O Meio, O Fim e o Depois?

O projeto O Início, O Meio, O Fim e o Depois? propõe a continuidade e o aperfeiçoamento da pesquisa que o Núcleo Cênico ProjetoBaZar vem realizando a partir da teatralização de textos não dramatúrgicos tendo como ponto de partida para as reflexões e criações o conto O OVO E A GALINHA de Clarice Lispector.

O porquê do nome ProjetoBaZar

O ProjetoBaZar nasceu em 2001 quando um grupo de pessoas decidiu se reunir para juntos fortalecerem seus trabalhos artísticos. Eram atores, artistas plásticos, músicos, artesãos, que em parceria, realizaram no ano seguinte um Bazar para arrecadar fundos e fomentar a continuidade dos seus trabalhos. O BaZar deu certo e o que acontecia na casa de um dos participantes, no bairro do Tatuapé, na região da Zona Leste de São Paulo, passou a ser realizado em diversos outros lugares da cidade. O grupo que organizou o BaZar precisava de um nome, então se autodenominaram ProjetoBaZar. Assim surgiu o grupo: organizando bazares para arrecadar fundos em prol da sua arte.

Histórico do ProjetoBazar

Depois de cinco anos pesquisando, criando, ensaiando, o grupo estreou em 2006 o seu primeiro espetáculo teatral, “IRA” – inspirado na teatralização do livro “Xadrez, Truco e Outras Guerras” de José Roberto Torero. IRA serviu de base para nortear a  pesquisa cênica que desenvolvem desde então: a teatralização de textos literários nacionais, tendo a narrativa como a principal característica. O Teatro passou a ser o projeto de vida desse grupo de pessoas que hoje formam o Núcleo Cênico ProjetoBaZar.

Em 2010 o grupo passou a ensaiar na Praça José Moreno, onde estão localizadas as Bibliotecas. Em um destes ensaios, foram convidados a participar dos Saraus, e a parceria foi aos poucos se consolidando.

Tendo em vista que a pesquisa cênica do núcleo está diretamente ligada à literatura, e o teatro ser uma linguagem em que a música é peça importante, firmar parceria com a Biblioteca Municipal Cassiano Ricardo (temática em música) foi fundamental para aprimorar ainda mais os trabalhos do grupo que atualmente tem em seu repertório sete espetáculos.

Programação de Setembro

Chapeuzinhos Coloridos

Dia 11 de setembro de 2015 às 13h

Duração: 50 min/ Classificação: Livre

 

 

Sinopse: Em Chapeuzinhos Coloridos, seis netas aparecem em cena, todas com personalidades distintas. Na história, todas as meninas visitam a avó, mas cada uma delas usa um chapéu de cor diferente: lilás, azul, verde, branco, preto e cor de abóbora. A Chapeuzinho Verde é ambiciosa e faz tudo por dinheiro. A Lilás quer ser famosa, não leva doces para sua avó e sim revistas de fofoca. A Cor de Abóbora  é gulosa e a Azul engana o Lobo para que sua avó possa cozinhá-lo. A Chapeuzinho Branco é triste, porque ficou órfã de pai. E no final, quando entra a personagem com o chapéu preto, a história mostra a questão da morte e da passagem do tempo.

Ficha Técnica: Espetáculo Criado em Processo Colaborativo e livremente inspirado no livro “Chapeuzinhos Coloridos” de Marcus Aurélius Pimenta e José Roberto Torero/ Dramaturgia e Direção: Aurea Karpor / Figurino: As Mariposas (Maria Zuquim e Juliana Napolitano)/ Elenco: Alan Cizelli, Ariane Veríssimo, Mariana Galeno e Rosely Gonçalves / Músicos: Giorgio Passerino e Edu Meneses

 

A Menina que foi arquivada

Dia 18 de setembro de 2015 às 13h

Duração: 60m – Classificação: livre

 

Sinopse:  A partir de uma pesquisa desenvolvida no arquivo Miroel Silveira – USP – que contém mais de seis mil processos de censura ao teatro paulista – foi criado um conto que deu origem ao espetáculo que narra a história de uma menina, fruto de um aborto mal sucedido. Durante sua trajetória de vida, esta menina encontra com personagens históricos e censurados de Nelson Rodrigues, Guarnieri e Chico de Assis, que a levam a ficar entre a cruz e a bandeira, entre a educação moral cristã e a as ideias revolucionárias.

Ficha Técnica: Espetáculo criado em processo colaborativo pelo Núcleo Cênico ProjetoBazar/ Texto e direção: Áurea Karpor/ Elenco e músicos: Alan Cizelli, Ariane Veríssimo, Francisco Gaspar, Giorgio Passerino, Lukas Lima e Mariana Galeno/ Provocadores cênicos: Gira de Oliveira, Jhaíra.

Sexo Verbal

Dia 25 de setembro de 2015 às 19h

Duração: 80 min/ Classificação: Livre

 

Sinopse: Uma festa feita para o amor. Uma ex prostituta é a anfitriã. Atores e público são os convidados. Este é o clima do espetáculo que estreou em 2008 e continua vivo e em constante transformação (por isso hoje se apresenta também com um subtítulo). A peça que se propõe a trabalhar o universo da sexualidade humana, estudando o discurso sexual, apoiando-se num saber narrativo que pressupõe palavras, imagens, rituais, fantasias, culto de todas as formas de expressão corporal traz como base o universo literário de autores como Caio Fernando Abreu, Rodrigo Levino, Marcelino Freire, Hilda Hilst, Paula Taitelbaum, Tati Bernardi, possibilitando um ir e vir de personagens e textos a partir do repertório de cada ator e do contato com cada público. O autor Marcus Aurélius Pimenta orientou a pesquisa literária inicial para a criação do espetáculo. Os desejos e frustações pairam acima de todos os personagens do espetáculo e são divididos em conversa direta com o público, ou ao pé do ouvido, oou em um pensamento que escapa da mente do personagem, ou aos gritos, como num quadro de Munch.

Ficha Tecnica: Dramaturgia e direção: Aurea Karpor/ Elenco e músicos: Alan Cizelli, Ariane Veríssimo, Francisco Gaspar, Griogio Passerino, Lukas Lima e Mariana Galeno/ Sonoplastia: Régis Frias/ Músicas (ao vivo), figurinos, cenário e iluminação: ProjetoBazar

SERVIÇO

Mostra 2º BaZar de Espetáculos

Biblioteca Municipal Cassiano Ricardo

Av. Celso Garcia, 4200. Tatuapé – 03064-000. São Paulo, SP

Tel. (11) 2092-4570 e (11) 2942-9952

Entrada franca – retirar ingressos com 15 minutos de antecedência

Deixe uma resposta