teatro

MUSA DAS PORNOCHANCHADAS, ALDINE MÜLLER VOLTA A INTERPRETAR “VIRGEM AOS 40.COM”

Peça estará em cartaz entre os dias 2 e 25 de fevereiro, no Teatro Paulo Eiró

Entre as décadas de 1970 e de 1980, em plena ditadura militar, alguns cineastas famosos conseguiam driblar a censura de então para produzir comédias eróticas, logo apelidadas de pornochanchadas. Entre as atrizes que atuavam nessas produções, logo se destacou, por sua beleza e desinibição, a gauchinha de vinte e poucos anos, Aldine Müller, eleita por seu público como uma das musas das pornochanchadas. Na época, garotos falsificavam seus documentos e marmanjos faziam fila para vê-la nua em filmes proibidos para menores de 18 anos, como A mulher que inventou o amor (1979), Nos tempos da vaselina (1979) e Convite ao prazer (1980).

O tempo passou e agora, já avó de três netos, Aldine continua a provocar suspiros na plateia. A peça teatral Virgem aos 40.com, produzida e protagonizada por ela, já está há sete anos em cartaz e este mês poderá ser assistida, a partir do dia 2, no Teatro Paulo Eiró.

A peça é muito engraçada e o texto do Aziz Bajur muito inteligente, mas acho que muitos coroas, acima de 50 anos, vão assistir ao espetáculo só para ver se ainda sou gostosa”, diz Aldine, se divertindo. E acrescenta: “na verdade, apesar de minha idade, acho que ainda dou um caldo”.

A atriz acredita que deve sua boa forma ao seu DNA – “sou filha de mãe portuguesa e pai italiano, sangue forte” –, e pela sua constância nas academias e prática de yoga e alongamento.

Na peça, Aldine interpreta a quarentona Norma. “Cansei de ser virgem e, então, resolvi, no meu aniversário, me presentear com um acompanhante, no caso o ator Rafael Fernandes. Só que ele não dá conta do recado e então vou convocando outros homens, dos mais diferentes tipos (todos interpretados por Fernandes) com o objetivo de concretizar o meu objetivo. As situações vão ficando cada vez mais cômicas e eu indo da timidez absoluta à desinibição total, num crescente de energia que leva, no final, a uma revelação surpreendente”, conta.

A atriz está com um novo espetáculo quase pronto. “Mas, enquanto tiver público, vou continuar apresentando a minha virgem quarentona. Quem sabe, mais adiante, eu mudo o nome da peça para “Virgem aos 80”, vai ser engraçado, não vai?”, se diverte.

Serviço: Teatro Paulo Eiró. Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro. Zona Sul. Tel: 5686-8440. De 2 a 25/02. Sex. e Sáb., 21h. Dom., 19h. Grátis

Related Posts

  • 96
    Evento acontece entre os dias 21 de novembro e 10 de dezembro e aproxima o público das investigações e criações dos grupos contemplados nas edições do Fomento,   além de valorizar os artistas e seus espaços pela cidade de São Paulo     Abertura será feita no CRD pelo grupo…
    Tags: de, a
  • 95
    Dirigido pela vencedora do Tony Awards Diane Paulus CIRQUE DU SOLEIL VOLTA AO BRASIL COM ESPETÁCULO INÉDITO QUE ENALTECE A FORÇA E O EMPODERAMENTO DA MULHER   Estreia em São Paulo em 5 de outubro Estreia no Rio de Janeiro em 28 de dezembro O Cirque du Soleil retorna ao…
    Tags: de, a
  • 95
    Após dois meses de grande sucesso, o Cirque du Soleil se prepara para despedir-se de São Paulo com Amaluna. O espetáculo estará até 17 de dezembro no Parque Villa Lobos e em seguida parte para o Rio de Janeiro, onde estreia em 28 de dezembro, no Parque Olímpico. Para ingressos…
    Tags: de, a
  • 93
    Pequenas Mortes Cotidianas Um livro de Paula Giannini No dia 03/10 Paula Giannini estará lançando seu primeiro livro de contos em São Paulo – na Casa das Rosas. “Pequenas Mortes Cotidianas” Uma coletânea na qual a tônica é o dia-a-dia. Como pano de fundo, os textos falam daquele que nos…
    Tags: de, a, que
  • 93
    Pequenas Mortes Cotidianas Um livro de Paula Giannini     No dia 07/09 Paula Giannini estará lançando seu primeiro livro de contos.   “Pequenas Mortes Cotidianas”   Uma coletânea na qual a tônica é o dia-a-dia. Como pano de fundo, os textos falam daquele que nos subtrai aos poucos, ao…
    Tags: de, a, que

Deixe uma resposta