teatro

ENROLADOS

Após sessões lotadas na primeira temporada, a comédia “ENROLADOS”, dirigida por Rodrigo Candelot, o Coronel Formoso de “Tropa de Elite 2” reestreia no Teatro Café Pequeno.

A peça é baseada, em sua maioria, em textos de séries de TV, teatro e cinema.

Link com imagens: https://vimeo.com/244341599

 

 

Primeira direção teatral de Rodrigo Candelot, “Enrolados” traz livre adaptação de textos de Fernanda Young, Alexandre Machado, Luis Fernando Veríssimo e Paulo Halm, entre outros. A comédia, que tem como proposta inovação e valorização de autores de humorísticos, reestreará para curtíssima temporada, de 12 a 27 de janeiro, no Teatro Municipal Café Pequeno – Leblon – sextas e sábados – sempre às 22:00.

Elenco: Evandro Rocha, Michele Ribeiro, Camila Abrantes, Fabiany Lepore (substituindo Fernanda Esteves), Igor Paiva e Ronan Horta.

A montagem inspirou-se em séries como “Os Normais”, de Alexandre Machado e Fernanda Young (sucesso com Fernanda Torres e Luis Fernando Guimarães, na TV Globo, nos anos 90), “Comédia da Vida Privada” (de Luis Fernando Verissimo, Pedro Cardoso, entre outros) e filmes como “Pequeno Dicionário Amoroso”, de Sandra Werneck e com roteiro de Paulo Halm, além de trazer textos de alguns autores contemporâneos como Ivan Fernandes, Paula Rocha, Raul Franco, Cristina Fagundes e do próprio Rodrigo Candelot.

Tudo isso serve de base para as muitas esquetes que compõem “Enrolados”. São textos sobre amor, flerte, relacionamento, sexo, brigas, verdades, mentiras e tudo que envolve o relacionamento humano, familiar e entre casais, sejam eles héteros ou homossexuais. Situações diárias cômicas, com as quais todos nos identificamos, vivemos e nos divertimos.

Rodrigo Candelot, muito conhecido por seus papéis em “Tropa de Elite 2” (Coronel Formoso) e na série DPA do Gloob (Carlos Eduardo, pai da Mila), além de inúmeros comerciais e participações em TV e cinema, resolveu lançar-se como diretor teatral após mais de 15 anos na carreira de ator (Rodrigo chegou a se formar em Comunicação Social e trabalhou anos na área até largar tudo e começar a estudar artes cênicas com 28 anos). 8 anos ministrando aulas de interpretação e preparando atores e uma pós graduação em Direção Teatral na Cal. Para isso chamou um grupo de 6 amigos/atores e após uma intensa pesquisa de textos cômicos, seu gênero preferido,  concebeu a comédia “Enrolados”.

Nessa pesquisa, além de se depararem com muitos textos teatrais contemporâneos, o grupo se fascinou com textos cômicos escritos para televisão e cinema. Resolveu, então, adaptar uma série desses textos para o teatro e criou um espetáculo que mistura três linguagens: tv, cinema e teatro. A peça faz uma reflexão sobre os padrões de comportamento do ser humano, o público jovem e adulto carioca.

Além de Rodrigo Candelot na direção, o projeto conta com uma equipe criativa de altíssimo nível. No elenco, um grupo de comediantes que já realizou uma série de trabalhos em TV, teatro e cinema. São eles: Michele Ribeiro (Perto do Coração Selvagem), Camila Abrantes (Tudo é Besteirol), Fabiany Lepore, Igor Paiva (Tvs Record e Globo, Desesperados, Os Capangas), Evandro Rocha ( Comédia diária de cada dia), e Ronan Horta (Tvs Record e Globo, Perto do Coração Selvagem). Na iluminação, Fernanda Mantovani, na supervisão de figurinos, Constança Whitaker, na supervisão de direção de movimentos, Sueli Guerra e na supervisão de cenário, José Dias.

Serviço

Temporada de 12 a 27 de janeiro – sextas e sábados, às 22hs

Teatro Municipal Café Pequeno – Leblon

Endereço: Rua Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon

Duração: 70 minutos

Gênero: Comédia

Lotação: 80 lugares

Valores: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 – (meia)

Telefone da bilheteria: (21) 2294-4480

Classificação etária: 14 anos

 

 

FICHA TÉCNICA:

 

Direção, concepção e dramaturgia: Rodrigo Candelot

Textos: Livres adaptações de textos de Fernanda Young, Alexandre Machado e Luis Fernando Verissimo e textos de Paulo Halm, Marcus Alvisi, Ivan Fernandes, Cristina Fagundes, Rodrigo Candelot, Raul Franco, Paula Rocha, Igor Paiva, Lucas Domso e Camila Abrantes.

Elenco: Evandro Rocha, Michele Ribeiro, Camila Abrantes, Fabiany Lepore, Igor Paiva e Ronan Horta.

Iluminação: Fernanda Mantovani

Op. de Luz: Pedro Henrique

Op. De Som: Bárbara Montes Claros

Supervisão de Cenografia: José Dias

Figurinos: Constança Whitaker

Direção de Movimentos: Johayne Hildefonso

Direção Musical: D’Alessandro Mangueira e Rodrigo Candelot

Assistente de Produção: Camila Abranches

Assessoria de Imprensa: Duetto Comunicação

Programador Visual: Thiago Ristow

Fotografia: Marli Santos e Thiago Ristow

Produção: Capangas Produções Artísticas.

Direção de Produção: Bárbara Montes Claros

 

CAPANGAS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS

A empresa CAPANGAS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA.ME, fundada em 2012, tem como um dos seus sócios e administradores o ator e diretor Rodrigo Candelot. Apesar de nova no mercado, produziu recentemente as três temporadas da peça Cemitério das Delicias (Sesc Tijuca / Natalia Timberg / Café Pequeno) – 2016/2017, a Mostra de Cenas da Pôs Graduação da CAL em direção teatral (Teatro Gonzaguinha) – 2016 e a primeira temporada da peça Perto do Coração Selvagem (Teatro Café Pequeno) – 2017.

Rodrigo Candelot vem produzindo suas peças nos últimos 8 anos, dentre elas: Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector (produtor executivo) – 2017, Cemitério das Delicias, de Fernando Arrabal, direção Delson Antunes (direção de produção) – 2017/2016 ; Bonitinha mas Ordinária, de Nelson Rodrigues, direção de Ana Zettel (produtor executivo) – 2015; Os Capangas, de Rodrigo Candelot, Paula Rocha e Saulo Rodrigues, direção Rubens Camelo (diretor de produção) – 2012/2011; Trem Fantasma, de Ivan Fernandes, direção Mario Hermeto (produtor executivo) – 2010.

Seus últimos trabalhos no palco foram Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector, direção de Delson Antunes, Cemitério das Delicias, de Fernando Arrabal, direção de Delson Antunes, Bonitinha, mas Ordinária, de Nelson Rodrigues, direção Ana Zettel, o musical da Disney O Rei Leão, de Julie Tamor e Raimunda Raimunda, de Francisco Pereira da Silva. Escreveu a comédia “Os Capangas”, juntamente com Saulo Rodrigues e Paula Rocha, que vai virar minissérie e longa. Em TV, participou como um dos protagonistas da série Detetives do Prédio Azul, do Canal Gloob da Globosat. Ainda participou, entre outros, dos programas Divã e Como Aproveitar o Fim do Mundo e das novelas Além do Horizonte e A Vida da Gente, na TV Globo; As Canalhas e Questão de Família no GNT e da novela Vidas em Jogo e da série Milagres de Jesus na TV Record. Participou das duas series do Porta dos Fundos, O Refém e O Grande Gonzales. Em publicidade, fez muitos filmes. Mais recentemente Firmeza, Volkswagen e Havaianas. Em cinema, rodou 6 longas entre eles Tropa de Elite 2, de José Padilha e De Pernas para o Ar e O Candidato Honesto de Roberto Santucci. Ano passado rodou as séries Insônia e Enredo de Bamba para o Canal Brasil. Esse ano foram ao ar as séries Vlog da Mila, para o Canal Gloob e Era uma Vez uma História, Band/Warner.

Related Posts

  • 100
        Apoteose Em um período no qual as pessoas são influenciadas a estarem dentro dos padrões de beleza, comportamento e consumo, os que estão fora desse modelo são excluídos, por não se enquadrarem no perfil que pede a sociedade da época. Esse é um dos temas do espetáculo Apoteose…
    Tags: de
  • 100
    CAMPEÕES DO PRÊMIO DESTERRO – 8° FESTIVAL DE DANÇA DE FLORIANÓPOLIS   Vencedores dividiram um total de R$ 22 mil e o título de campeão foi para o Grupo Raça Centro de Artes, de São Paulo   O Grupo Raça Centro de Artes, de São Paulo, é o grande campeão…
    Tags: de
  • 100
    Após duas temporadas em São Paulo e duas no Rio de Janeiro, com excelente repercussão de público e crítica (03 estrelas da Revista Veja SP e ganhador do Prêmio Arte Qualidade Brasil 2016 de direção para César Baptista), o espetáculo Roleta-Russa volta no dia 16 de setembro no Espaço Parlapatões…
    Tags: de
  • 100
    A Biblioteca Pública do Estado (BPE) promove neste domingo, 26 de novembro, às 18h, concerto com o tenor Eduardo Bighelini e o pianista Rodolfo Wulfhorst, dentro da série Recitais Mourisco. A apresentação ocorre no Salão Mourisco, com entrada franca. O programa é composto por doze composições: “Cancion al arbol del…
    Tags: de
  • 100
    Curso de teatro / Tema Clarice Lispector, com montagem de espetáculo Clarice Lispector será o tema do curso de teatro, em homenagem aos 40 anos de morte de Clarice, no final deste ano (1920- 1977).  Clarisse morreu dia 9 de dezembro de 1977,  aos 57 anos, no Rio de Janeiro.…
    Tags: de

Deixe uma resposta