agenda

1a Temporada da Mostra de Big Bands leva grupos de jazz à Boutique Vintage Brechó & Bar às quartas-feiras

Consagrada como uma das poucas casas de shows em São Paulo equipadas para receberem Big Bands de jazz na sua programação, a Boutique Vintage Brechó & Bar lança a 1ª Temporada da Mostra de Big Bands, que levará ao espaço grupos do gênero em sete quartas-feiras até o final de abril. A mostra conta com apoio do Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Música, da prefeitura de São Paulo. A entrada na casa é gratuita até às 20h. Após esse horário, o ingresso passa a custar R$10. Os shows começam sempre às 22h. No dia 31/1, quarta-feira, se apresenta na casa a Reteté Big Band.

 

Além das apresentações, a casa também anunciará em breve inscrições para quatro oficinas destinadas a estudantes de música e público em geral que queira aprender mais sobre temas como a história do jazz, principais marcos históricos, organização de grupos de música instrumental e empreendedorismo no mercado musical.

O projeto Grandes Quartas acontece na casa há aproximadamente três anos e leva semanalmente apresentações de música instrumental com as principais Big Bands da cidade. Cristiane Seixas, proprietária da casa, diz que um dos objetivos do espaço com este e outros projetos é oferecer música de alta qualidade em ambiente descontraído, de maneira simples e descomplicada, desburocratizando a arte, aproximando público e artista para uma rica experiência sonora.

A Boutique Vintage é um espaço de criação e circulação de música e atividades culturais. Localizado na Zona Leste da cidade de São Paulo, no bairro do Belém, a casa está há tres anos em atividade promovendo shows de música autoral, música instrumental, exposições, encontros literários, oficinas e workshops de arte e música. Para mais informações, acesse facebook.com/pg/BoutiqueVintageBrechoBar.

 

Confira a programação completa abaixo:

 

31 de janeiro, quarta-feira, 22h – Reteté Big Band

21 de fevereiro, quarta-feira, 22h – Freedom Big Band

28 de fevereiro, quarta-feira, 22h – Banda Urbana

14 de março, quarta-feira, 22h – Jurufrevo Orquestra

28 de março, quarta-feira, 22h – SP Jazz Big Band

11 de abril, quarta-feira, 22h – Big Band Theory

25 de abril, quarta-feira, 22h – Speaking Jazz Big Band

 

Sobre as bandas

 

Reteté Big Band: A Reteté Big Band foi idealizada pelos músicos Thiago Alves, Paulo Malheiros e Josué dos Santos em 2004. Inicialmente, foi uma banda formada para agregar os músicos que constantemente encontravam-se em igrejas evangélicas e grupos jovens da antiga Universidade Livre de Música.

 

Seus integrantes atuam nas melhores formações instrumentais da cidade de São Paulo como: Alexandre Mihanovich Quinteto, Soundscape Big Band, Banda Mantiqueira, Banda da Patroa, entre outras. Influenciada por lendárias bandas norte-americanas como Count Basie Orchestra e Thad Jones/Mel Lewis Big Band, a Reteté incorpora em seu repertório, tendenciosas melodias de hinos tradicionais, Standards de jazz e composições próprias.

 

Em 2012, recebeu o Prêmio de Novos Talentos concedido pelo Savassi Festival, festival internacional de jazz e música instrumental. No ano de 2015 lançou o seu primeiro álbum “Chama Viva”, disponível para streaming e download, para usuários dos aplicativos iTunes, Deezer, Spotify, Amazon e GooglePlay e também no Youtube.

 

Freedom Big Band: Dos 17 músicos que compõem a Freedom Big Band, 14 têm em comum a experiência da atuação na consagrada Orquestra Jovem Tom Jobim, popularmente conhecida como “Jazzinha”. A experiência e crescimento profissionais vivenciados sob a batuta do maestro Roberto Sion, justificam o desejo de dar sequência na parceria que só a música pode oferecer.

 

O nome da banda deixa explícito um dos objetivos dos músicos: criar a cada compasso, fazendo das notas musicais mais que uma contagem matemática. Hoje, cada músico pode brindar seus ouvintes, graças à dedicação integral ao estudo teórico e à prática musical com formação em nível superior da maioria dos integrantes.

 

Banda Urbana: Dedicada à música Brasileira instrumental, a Banda Urbana é formada por 13 importantes músicos da cena instrumental paulistana. Em atividade desde 2006, a banda tem como principais influências as grandes big bands brasileiras e americanas, tais como a Banda Savana, Banda Mantiqueira, Thad Jones & Mel Lewis Orchestra e Maria Schneider Jazz Orchestra.

 

No seu repertório estão músicas de consagrados compositores brasileiros, como: Chico Buarque, Gilberto Gil, Djavan, Johnny Alf e Luis Bonfá, além de composições dos integrantes da banda. A Big Band já tocou em importantes espaços da música instrumental nacional e internacional, como 3a e 4a Mostra Brasil Instrumental (Tatuí), diversas unidades do Sesc São Paulo, Festival Savassi Jazz (Belo Horizonte), Festival Caxumbú Mais Jazz, participou de turnê nos Estados Unidos na cidade de Nova York e em diversas cidades do estado de New Jersey. Seu primeiro CD, intitulado Banda Urbana, foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira do ano de 2012. Atualmente está em fase de produção do próximo disco, que homenageia a música de Johnny Alf.

 

Jurufrevo Orquestra: Com uma formação clássica das big bands americanas, saxofones, trompetes, trombones e incrementada de um naipe de percussão típica brasileira, a Jurufrevo Orquestra surge com uma proposta de incluir o frevo no cenário instrumental nacional, buscando em sua sonoridade a conexão com outros ritmos regionais do país, além de outros gêneros musicais, como o jazz e a própria música clássica, resultando em um estilo totalmente próprio e inusitado, trazendo ao público a possibilidade de ouvir em um só momento um repertório contemporâneo e com a típica essência do tradicional frevo pernambucano.

 

A banda também ressalta a liberdade de solos improvisados com as mais diversas linguagens. Seu repertório é composto principalmente por músicas autorais, mas também há espaço para releituras de alguns clássicos como os de Duda, Capiba, Severino Araújo, Sivuca, Zé Menezes, Dominguinhos, Levino Ferreira, Spok, entre outros.

 

SP Jazz Big Band: Big Band paulistana formada em 2013, a SP Jazz tem como objetivo a divulgação da música instrumental, realizando releituras de compositores das décadas anteriores desde o swing de Count Basie até os mais jovens compositores e arranjadores refinados da atualidade. A big band conta com uma formação clássica: 4 trompetes, 4 trombones, 5 saxofones, baixo, bateria, guitarra e piano.

 

Em seu repertório, arranjos de Rubinho Antunes, Diego Garbin, Mario Campos, Rafael Piccolotto de Lima, Thiago Lourenço, entre outros. Algumas das influências do grupo são Sammy Nestico, Thad Jones, Maria Scheneider, Count Basie, Debussy, Radamés Gnatalli, Gordon Goodwin, Don Sebesky, Michel Camilo e Duke Ellington. Dos brasileiros, destacam-se Moacir Santos, Maestro Branco, Proveta, Mario Campos, Cyro Pereira, Severino Araujo, Paulo Bellinatti, Cesár Camargo Mariano, Tom Jobim, Pinxinguinha, entre muitos outros compositores e arranjadores.

 

Big Band Theory: A Big Band Theory foi criada para resgatar o repertório e estilos das grandes Big Bands do Jazz. Em sua primeira fase, deu atenção à Count Basie Orquestra. Atualmente, o grupo se dedica às composições e arranjos de Thad Jones, que, junto com o baterista Mel Lewis, fundou em 1966 a Thad Jones – Mel Lewis Big Band.

 

A Big Band Theory é composta por grandes músicos brasileiros. Trompetes: Paulo Jordão, Daniel D’Alcântara, Otávio Nestares, Rubinho Antunes e Felipe Aires. Trombones: Silvio Gianetti, Jorginho Neto, Diego Calderoni, Jasiel Narciso e Robertinho Salles. Saxofones: Vítor Alcântara, Samuel Pompeo, Josué dos Santos, Eliasafe Costa e Maurício de Souza. Seção rítmica/Bateria: Paulinho Vicente. Baixo: Nino Nascimento. Piano: Jonathan Garcia.

 

Speakin’ Jazz Big Band: A Speakin’ Jazz Big Band mantém a estrutura clássica de uma big band: 5 saxofones, 4 t­­­rombones, 4 trompetes, bateria, contrabaixo, guitarra e piano. Do swing clássico de Count Basie Big Band até o jazz refinado de Thad Jones & Mel Lewis Big Band, o grupo aposta em releituras e improvisações.

 

A Speakin’ Jazz conta com músicos atuantes no cenário musical brasileiro que integraram e integram grandes orquestras, grupos de música instrumental popular e que acompanham artistas e gravações. A experiência de cada um desses músicos foi o que deu ainda mais seriedade ao projeto artístico do grupo.

 

Sobre a Boutique Vintage Brechó & Bar

 

Próximo do metrô Belém e com fácil acesso para o Centro da cidade, o bar recebe músicos de jazz todas as terças-feiras, big bands (bandas de jazz composta por mais de dez integrantes) nas quartas – estabelecendo-se como um dos poucos espaços da capital paulista a comportar esses tipos de grupos – e eventos diversos nas quintas, sextas e sábados, como bandas que homenageiam os anos 80, covers de artistas consagrados, festas temáticas e novos músicos que apresentam seus trabalhos autorais.

 

O cardápio do brechó é composto por porções, lanches e aperitivos. Entre os destaques batatas rústicas, hambúrgueres autorais de costela e picanha, lanche de pão italiano com panceta e paleta, antepasto de berinjela,  frios e cervejas nacionais de diversas regiões do país.

 

Serviço:

 

Boutique Vintage Brechó & Bar

Endereço: Rua Padre Adelino, 949 Belenzinho, Cep 03303-000.

Horário de funcionamento: Abertura da casa de terça a sábado: 13h. Abertura bar e cozinha: 17h. Início dos shows: de terça a quinta: 21h30. Sextas e sábados: 22h30.

Ingressos: De terça a quinta-feira: R$10. Sextas e sábados: R$10 ou R$15. Todos os dias a entrada é gratuita até às 20h. Formas de pagamento: Em dinheiro ou cartões de débito e crédito (bandeiras Visa, Master, Elo, Amex, Dinners e Sodexo).

Capacidade do salão: 99 pessoas.

Mais informações:  Área externa no piso superior aberta, cozinha e bar. Wi-fi

Telefone: (11) 3266 7003 / 98109-0087.

E-mail: boutique.vintage@hotmail.com.

 

O espaço pode ser locado para eventos fechados aos domingos e segundas. Também é possível locação para ensaios fotográficos, gravações, cursos, palestras, encontros e lançamentos de livros todos os dias, a combinar horários e condições pelos contatos indicados acima.

Related Posts

  • 94
    Após dois meses de grande sucesso, o Cirque du Soleil se prepara para despedir-se de São Paulo com Amaluna. O espetáculo estará até 17 de dezembro no Parque Villa Lobos e em seguida parte para o Rio de Janeiro, onde estreia em 28 de dezembro, no Parque Olímpico. Para ingressos…
    Tags: de, a
  • 94
    Evento acontece entre os dias 21 de novembro e 10 de dezembro e aproxima o público das investigações e criações dos grupos contemplados nas edições do Fomento,   além de valorizar os artistas e seus espaços pela cidade de São Paulo     Abertura será feita no CRD pelo grupo…
    Tags: de, a
  • 94
    Dirigido pela vencedora do Tony Awards Diane Paulus CIRQUE DU SOLEIL VOLTA AO BRASIL COM ESPETÁCULO INÉDITO QUE ENALTECE A FORÇA E O EMPODERAMENTO DA MULHER   Estreia em São Paulo em 5 de outubro Estreia no Rio de Janeiro em 28 de dezembro O Cirque du Soleil retorna ao…
    Tags: de, a
  • 92
    Festival propõe ressignificação do Parque Dom Pedro 31 containers foram instalados no Parque Dom Pedro para receber o SUPERNOVA Crédito da foto: Divulgação SUPERNOVA     Formato inovador, conteúdo extensivo, promoção de novas tendências culturais, demonstração da cultura urbana e todas suas nuances e revitalização de espaços públicos. Com este…
    Tags: de, a
  • 90
    PROGRAMAÇÃO TEATRO BRADESCO SP E TEATRO OPUS OUTUBRO TEATRO OPUS CASTELO RÁ-TIM-BUM - O MUSICAL 09 de setembro a 19 de novembro de 2017 Datas e Sessões: 07 de outubro de 2017 - 11:00 e 16:00 08 de outubro de 2017 - 11:00 e 16:00 12 de outubro de 2017…
    Tags: de, a

Deixe uma resposta